domingo, 7 de dezembro de 2014

Capítulo 7 - Parte 2

Olá a todos!
Obrigada pelos comentários, Anónimos. Vão saber em breve quem é o vilão ou vilã.
Espero que gostem deste capítulo.
Para quem estava com saudade da Camilla, ela vai aparecer.
Mais mistério na história! Mas não se preocupem, mais à frente vão perceber quem é o/a malvado/a.

Anteriormente:
"- Realmente, aquele homem metia medo. Tive receio até de apertar a mão dele ao sair do enterro do seu tio.
Vanessa sorriu. Miley não conhecia bem Zachary Brown, mas se ela até teve uma má imagem dele, todos deveriam estar certos dele fazer mal a Camilla."


Algumas horas depois, ela estava na mansão de Joe, o seu primo. Ela queria mais informações da chegada de Camilla a casa.
- O menino Joseph saiu, menina Foster. A menina Camilla saiu hoje do hospital e ele foi buscá-la. - disse a empregada a Vanessa.
- Foi buscar a Camilla? Mas ela não vai regressar a casa do Zachary?
- Não sei bem. A menina Camilla deveria mas parece que houve um entendimento entre a senhora Morris e o sobrinho. Parece que a Camilla vai morar com a filha na casa da mãe.
Vanessa balançou a cabeça agradecendo à empregada do primo e se afastando da mansão.

Vanessa foi até casa do Zachary e viu Joe falando com Zac à entrada da grande porta. Se aproximou deles.
- Oi Vanessa. - saudou Joe.
Zac apenas olhou para ela.
- Quero ver a minha prima. - disse Vanessa.
- Eu sabia que só a Camilla a traria aqui neste momento. - falou Zac, sério.
- Você não pode proibi-la de ver a prima. - confrontou Joe.
- E quem é você para me dizer isso? A casa é minha! - reagiu Zac.
- Mas a Camilla é nossa prima. Você tem o dever de deixar a Vanessa vê-la.
- Ela não ia ver a filha? - perguntou Vanessa.
- Ia, disse bem Vanessa - começou Zac - Eu não deixei. A mãe dela não a quer lá. A Camilla só pode ver a filha quando a mãe sair de casa.
- Você é um idiota! - gritou Joe, transtornado.
- Calem os dois! - gritou Camilla aparecendo no portão.
Vanessa olhou para Camilla, surpresa. A prima estava melhor desde a última vez que a viu, os olhos castanhos, mais gordinha...
- Cam! - exclamou Vanessa para a prima, indo até ela a abraçando. Camilla abraçou Vanessa também. Joe e Zac ficaram as olhando, calados.
Vanessa, após o abraço, olhou para Zac:
- Posso falar com a minha prima a sós?
Zac afirmou com a cabeça sem hesitar. Notou que os olhos de Joe faiscavam sobre ele. As duas primas entraram para dentro da casa de Zac enquanto os dois retomaram a sua conversa, mais civilizada.
- Então Cam, como você está prima?
- Estou bem, Nessa, agora estou bem. - respondeu ela se sentando no sofá da sala dele.
Vanessa sorriu.
- Estou tão feliz que você recuperou. Não imaginava que você pudesse melhorar após a morte do seu pai. Você foi muito forte!
Camilla sorriu.
- Quero que você me garanta uma coisa: - Camilla ficou olhando séria para Vanessa, ela continuou - Pare de beber. Não beba mais! Não estrague a sua vida! O meu pedido para ir viver comigo para Verona continua de pé.
Camilla sorriu.
- Talvez eu vá para lá, Nessa! Eu tive muitas boas recordações do nosso tempo lá. Foi o melhor momento da minha vida.
Camilla falava mais alegremente, já se notava um sorriso nela após o pedido de Vanessa. Vanessa sentiu isso.
- Que bom que ouvi isso! Da primeira vez que falei isso para você, você disse que queria ficar aqui com o Zachary. Você ainda o ama, Cam?
Camilla ficou surpresa com a pergunta. Vanessa notou que Camilla não sabia o que responder.
- Amo e o odeio. - respondeu ela, por fim - Entende?
- Acho que sim, Cam. Acho que sim.
Camilla mudou de assunto.
- E você? Tem tido alguém após a morte do seu milionário?
- Não. O meu assessor financeiro quis alguma coisa comigo, ele disse que me amava, mas...
- O seu assessor financeiro? - Camilla travou Vanessa.
- Sim. - respondeu Vanessa, séria.
- O Sam Jones, não é? - perguntou a prima.
- Sim, o Samuel Jones, o Sam. - disse a morena, sorrindo.
- O que você fez?
- Eu o afastei. Ele tentou me beijar, disse que me amava e eu tentei fugir dele. Ele continua vivendo em Londres, perto da mansão Verona para me ajudar com a reforma.
- Você ainda ama o Zac? - a pergunta de Camilla fez Vanessa ficar pensativa. Camilla reparou na expressão da prima e sorriu, continuando - Eu sei que você sempre o amou, mesmo ele tendo o seu nome manchado aqui na vila. Julguei que você tivesse o esquecido quando casou com o seu milionário.
- Eu tive uma boa relação com o Terrence mas tudo mudou após a morte dele e...vim para aqui.
- Porquê? Porque veio para aqui? Para rever o Zac?
- Não, para rever a minha família, a minha prima Selena, você.
- Não deveria se preocupar comigo, Nessa. Realmente não deveria.
- Você é minha prima, claro que me preocupo.
- As pessoas cometem erros. - Vanessa achou estranha a frase de Camilla. A morena mudou de assunto - Já falou com a sua mãe?
- Já. - respondeu Camilla, séria.
- Você e ela não estão bem, pois não?
- Na verdade, nunca tivemos bem.
- Porquê? Problemas do passado? Vocês são mãe e filha.
Camilla olhou para Vanessa, seriamente.
- Ela tem atenção a muitas coisas que eu não dei atenção. E realmente ainda não dou.
- Eu sei que ela queria Verona.
- Sim, mas meu avô não me deu Verona e ela não tinha direito a ela.
- Eu também sou da opinião que você deveria ter tido Verona. Você tinha amor a essa mansão. O Joseph só a vendeu para ter dinheiro.
- O meu primo não me contou o que realmente o levou a fazer isso. Os Morris sempre tiveram um comportamento fora do comum. Somos selvagens e imprevisíveis.Todos nós fazemos coisas loucas quando somos jovens. Por nós mesmos ou a mando de outras pessoas que tinham controlo sobre nós. - Camilla parecia pensativa enquanto falava. Vanessa tentou descodificar o que estava por trás das frases de Camilla. Algo se passava, disso tinha a certeza.

Termina aqui.
E essa conversa estranha entre Camilla e Vanessa? Conseguiram descodificar?

Beijos.

1 comentário:

  1. Capituloo mt bom posta logo. Estou cada vez mais curiosaa

    ResponderEliminar